Recuperação judicial: o que é e como evitar esse processo

Em um cenário de instabilidade econômica e política no Brasil, muitas empresas sofrem com problemas financeiros e, como alternativa, recorrem à recuperação judicial, uma tentativa de negociar pendências e continuar funcionando sem declarar falência.

Atualmente, o setor de serviços é o que mais registra pedidos de recuperação judicial. Na sequência, vêm comércio e indústria, sendo que as pequenas e médias são responsáveis pelo maior número de pedidos, segundo a Serasa Experian.

Se a sua empresa passa por um momento complicado, acompanhe, a seguir, as dicas que nós, da Help Cobranças, elaboramos para evitar a recuperação judicial:

  1. Avalie o porquê das quedas de serviços ou vendas

Se você percebe que o volume das vendas ou serviços diminuiu, é preciso ficar alerta às finanças do negócio para agir antes que tudo esteja perdido. Vale analisar os dados para descobrir o que aconteceu, comparando-os com informações de anos anteriores para verificar se não é um problema sazonal, por exemplo.

  1. Verifique a frequência com a qual pede empréstimos

É comum que alguns negócios peçam empréstimos eventuais para fazer melhorias, investir em novos produtos, serviços, ampliação de uma loja, etc., porém, quando os empréstimos são frequentes e consecutivos, o caixa pode ficar seriamente comprometido.

  1. Fique atento a possíveis fraudes

Golpes podem quebrar uma empresa e, por isso, é fundamental criar uma séria política de Compliance para monitorar as ações de funcionários, administradores ou colaboradores externos. Detectar esse problema o quanto antes é essencial para salvar a organização.

  1. Faça um diagnóstico e elabore um plano de ações

Analise a situação da empresa: quantos clientes estão devendo, o que deve ser cortado, melhorado ou adaptado e, a partir daí, crie um plano de ações para se adequar aos recursos disponíveis e evitar prejuízos ao negócio.

Se, mesmo diante dessas quatro medidas sua empresa precisar recorrer a um processo de recuperação judicial, conte com a Help Cobranças para cobrar devedores e minimizar os prejuízos.

Nossa equipe de profissionais altamente treinados e capacitados consegue reaver grande parte dos débitos de clientes inadimplentes, garantindo a saúde financeira do seu negócio. Fale conosco e veja como trabalhamos!

Aprenda a cobrar dívidas e manter o bom relacionamento com os clientes

Quando se percebe que há pagamentos pendentes e que alguns clientes não estão prestes a se tornarem inadimplentes, surge a dúvida: “como faço para cobrar meus clientes? Qual é a melhor abordagem para reaver débitos?”

Ao notar problemas de inadimplência, a área financeira de uma empresa deve, primeiramente, pensar na maneira adequada de abordar o cliente para evitar que haja problemas no relacionamento, prejudicando oportunidades futuras.

Empresas terceirizadas de cobrança são a melhor recomendação para cobrar clientes inadimplentes, haja vista que têm as melhores ferramentas e estratégias de abordagem, propondo soluções antes de partirem para a negativação do nome do cliente, por exemplo.

A seguir, conheça as melhores abordagens para cobrar dívidas e manter um bom relacionamento com o cliente:

Aposte no diálogo e ofereça alternativas de pagamento

Flexibilidade é a palavra de ordem para quem pretende iniciar uma negociação com cliente inadimplente. Por isso, é essencial sinalizar que você conhece a sua situação, mas pode oferecer soluções para quitar a inadimplência de maneira amigável. Lembre-se: mantenha o relacionamento em alto nível para evitar maiores problemas.

Esgote todas as possibilidades de negociação

No momento de cobrar dívidas e manter o relacionamento com o cliente é preciso utilizar todos os recursos de negociação, incluindo parcelamentos, descontos e flexibilização no pagamento.

Em último caso, quando forem esgotadas todas as possibilidades, ainda assim mantenha o respeito e informe ao cliente o porquê de sua negativação ou cobrança judicial.

Aposte em uma empresa especializada em cobrança

Soluções “caseiras” nem sempre geram bons resultados, já que é preciso dominar técnicas de negociação para evitar que um cliente fique inadimplente. Por isso, o melhor caminho para cobrar um cliente sem perdê-lo é apostar em uma empresa de cobrança terceirizada, que tem profissionais dedicados a isso e as melhores ferramentas para negociar com devedores.

Em geral, quando há boa vontade da parte devedora, é possível chegar a um acordo pacífico e harmonioso, evitando disputas judiciais, ofensas e a perda de um cliente, algo que só traz prejuízos a um negócio.

Uma assessoria de cobrança, como a Help Cobranças, é a melhor parceira das empresas no momento de cobrar seus clientes, evitando constrangimentos, estresse e perdas de dinheiro, já que serviços especializados conseguem reaver muito mais valores do que profissionais sem esse treinamento específico.