Identifique e combata as principais causas de inadimplência

Identifique-e-combata-as-principais-causas-de-inadimplência

O processo de cobrança de inadimplentes é algo desconfortável para ambas as partes. Tanto quem cobra quanto quem deve passa por um constrangimento e, por isso, é essencial saber identificar e combater da melhor forma as principais causas de inadimplência.

Quando se avaliam as causas da inadimplência é essencial entender todos os lados envolvidos no processo, já que a própria empresa pode oferecer condições de risco, sabia?

Para evitar que isso aconteça, existem alguns pontos que merecem atenção no momento de identificar e combater as principais causas de inadimplência. A seguir, apresentamos os principais:

Como sua empresa pode favorecer a inadimplência

Pode parecer estranho, mas nem sempre a culpa de estar inadimplente é apenas do cliente. Existem procedimentos frágeis e políticas que deixam a empresa suscetível a problemas no caixa.

Antes de mais nada, é fundamental saber avaliar o cliente, algo que nem todas as companhias fazem. Você precisa entender com quem se relaciona e sua capacidade de pagamento em vez de apenas tentar vender a qualquer custo.

Caso a entrega do serviço ou produto tenha sido feita de maneira correta e, mesmo assim, o cliente não tenha efetuado o pagamento, é hora de iniciar a cobrança e oferecendo oportunidades para quitar as dívidas.

Nesse momento, optar por empresas de cobrança terceirizada, como a Help Cobranças, é a melhor solução para garantir os débitos pendentes, já que profissionais treinados e com as melhores ferramentas de abordagens são fundamentais para o sucesso dessa etapa.

Como o contexto econômico pode favorecer a inadimplência

Outro motivo que figura entre as principais causas de inadimplência é a realidade do País, do mundo e até do setor em que o cliente atua.

É fundamental prestar atenção à realidade do seu cliente, pois, se ele estiver em momentos financeiros complicados, é provável que ele se transforme em inadimplente, trazendo prejuízos ao seu negócio.

Como o próprio cliente pode se tornar inadimplente

A falta de controle do estoque e do fluxo de caixa, bem como o endividamento na praça, são grandes sinais de alerta. É importante, portanto, saber se esse cliente tem um risco potencial de se tornar inadimplente, reduzindo o fornecimento de serviços e/ou produtos a ele.

Se um cliente não tem planejamento financeiro, provavelmente, em algum momento, ele não conseguirá honrar seus pagamentos e se tornará inadimplente. Por isso, vale a pena adotar medidas preventivas.

Como eliminar as principais causas da inadimplência

Diante das recomendações acima, investir no monitoramento constante do cliente e prestar atenção aos movimentos do mercado são ações que ajudam a eliminar as principais causas da inadimplência, porém uma empresa especializada em cobranças reduz – e muito – as chances de ter devedores.

Com trabalhos preventivos e equipes destinadas a negociar com os clientes inadimplentes, a Help Cobranças é a parceira ideal para minimizar dores de cabeça com clientes e evitar perdas financeiras.

Fale com nossa equipe e veja como podemos ajudar a manter seu patrimônio e eliminar a inadimplência da sua empresa!

 

 

Aprenda a calcular o risco de inadimplência na sua empresa

São raros os negócios que não precisam lidar com a inadimplência. Em maior ou menor grau, ela acomete quase todas as áreas e, por isso, saber lidar com o risco e transtornos da melhor forma, garante a sobrevivência de um negócio e permite que ele invista em atrair mais clientes.

Calcular o risco de inadimplência de uma empresa é de extrema importância. É por meio desse valor que gestores se programam para eventuais atrasos e pagamentos a fornecedores, evitando acúmulo de dívidas e certificando-se de que uma cobrança adequada será feita aos inadimplentes.

O PDD (Provisionamento de Débito Duvidoso) ajuda a planejar melhor as contas e a controlar o fluxo de caixa. Além disso, ele serve de base para que uma empresa de cobrança terceirizada trabalhe para reverter débitos pendentes.

A seguir, explicamos como realizar essa estimativa de inadimplência na sua empresa:

Ação 1 – Conheça seus clientes

Se você trabalhar com vendas, procure consultar o CPF/CNPJ de um cliente antes de efetuar qualquer transação. Monitore sócios de empresa, verifique débitos anteriores, protestos ou anotações negativas para evitar fazer negócio com quem esteja com dívidas pendentes.

Dependendo da situação do possível cliente você consegue adaptar as condições de negociação e até reduzir a política de concessão de crédito. Assim, reduz as chances de inadimplência.

Ação 2 – Analise a situação

Se o cliente já for inadimplente e tiver débitos com o seu negócio, avalie o impacto desse rombo no fluxo de caixa. Depois, adote meios amigáveis como uma Carta de Cobrança ou contato telefônico para efetuar a cobrança. Se você achar que ele não tem intenção de quitar a dívida o quanto antes, contrate uma empresa de cobrança terceirizada para minimizar prejuízos.

Ação 3 – Preste atenção aos faturamentos

Você pode monitorar a situação de crédito dos clientes para identificar se eles estão com problemas financeiros. Isso pode acontecer inclusive com bons pagadores devido à crise econômica ou situações adversas e, por isso, é importante investir em ferramentas de monitoramento, acompanhando o faturamento presumido dos clientes.

Se, mesmo adotando essas ações você ainda sofrer com a inadimplência e tiver muitos débitos pendentes, é hora de contar com os serviços de uma empresa de cobrança terceirizada.

A Help Cobrança possui expertise e profissionais altamente capacitados para executar esse trabalho e pode te ajudar a recuperar a saúde financeira da sua empresa. Fale conosco!